Noite dos Museus ganha portal sobre arte e cultura
11 de agosto de 2020
Hotel Casa da Montanha: como é se hospedar no tradicional hotel de Gramado 
28 de agosto de 2020

12 Passeios ao ar livre nos Campos de Cima da Serra (RS)

Sabemos que a retomada do turismo será regional, por isso selecionamos 12 passeios ao ar livre nos Campos de Cima da Serra (RS).

A região gaúcha é conhecida principalmente pelo frio e pela beleza dos cânions, cascatas e áreas verdes. Ela é perfeita para quem deseja a combinação de isolamento e natureza nesta época de “novo normal”.

Além de ter muitas belezas naturais, os Campos de Cima também se destacam pela produção vinícola de qualidade e pela manutenção da cultura gaúcha por meio de rodeios e eventos municipais.

Entre os pontos mais conhecidos dos Campos de Cima da Serra estão: Bom Jesus, Vacaria, São José dos Ausentes, Cambará do Sul e São Francisco de Paula. 

Nossa dica é montar um roteiro de pelo menos 3 dias pela região, pois as distâncias entre as atrações costumam ser longas e as estradas ainda são bastante rústicas. 

Confira nossa listinha de passeios ao ar livre e programe sua próxima viagem pelo Rio Grande do Sul.

E se você já quiser fazer um reserva de hotel na região ou ver os preços das hospedagens, pode usar nosso link do Booking.

1 – Vacaria: Vinícola Campestre

Cidade que há mais de 30 anos reúne pessoas do mundo todo para um rodeio internacional, Vacaria (RS) tem uma das vinícolas mais bonitas do Rio Grande do Sul.

Às margens da BR-116, a Vinícola Campestre se destaca na estrada que dá acesso à cidade. Foi inaugurada em 2020 com a intenção de revolucionar o turismo na região. E talvez consiga mesmo!

Com  84 hectares de área e 25 hectares de vinhedos, a vinícola conta com área de vinhedos para visita, salão equipado com lareira, área de eventos e lindas caves. 

Um passeio ao ar livre na vinícola contempla caminhadas pelos vinhedos, passeio de trator e até taças de vinhos na varanda da loja. 

Para quem curte a bebida, a vinícola é bastante conhecida por produzir os vinhos de mesa Pérgola (líder em vendas neste segmento). Porém, a vinícola Campestre também tem duas linhas de vinhos finos, que leva os nomes Zanotto  e Nova Morada, que tem recebido muitos elogios dos enólogos e sommeliers.

Onde fica

BR 116 – Km 30 / nº 1410, B: Passo da Porteira – Vacaria (RS)
Telefone: (54) 3511-6060 e (54) 9 9655-3377

2) Cambará do Sul: Itaimbezinho

É um clássico gaúcho, por isso o cânion do Itaimbezinho, em Cambará do Sul, merece sua visita.

O cânion fica no Parque Nacional de Aparados da Serra , que é distante cerca de 20 km do centro de Cambará.

O parque tem entrada gratuita, mas com a pandemia é importante verificar se no dia da visita estará aberto. Ah, por lá não tem lancheria nem banheiro.

 Atualmente duas trilhas estão liberadas: a do Cotovelo e a do Vértice. Os caminhos são planos e a caminhada é feita pelas bordas do famoso Itaimbezinho. A trilha do Cotovelo, com pouco mais de 6 quilômetros ida e volta, transpõe arroios e passa por mirantes instalados junto à borda do cânion, possibilitando uma vista privilegiada. 

Em uma das plataformas, despenca o Véu de Noiva, cachoeira que deságua no fundo do abismo por onde corre o rio do Boi (ótimo ponto para quem gosta de trilhas longas, difíceis e guiadas).

Onde fica

Rodovia RS 429, s/n – Zona Rural, Cambará do Sul – RS, 95480-000
Telefone: (54) 3251-1277

3 – Cambará do Sul: cânion Fortaleza

É um dos mais bonitos cânions da região e fica no Parque da Serra Geral.

O Fortaleza é um cânion recortado pela natureza e todo coberto de verde, como se fossem montanhas cortadas à faca e dispostas lado a lado.

Uma de suas trilhas tem três quilômetros e leva a uma das paisagens mais bonitas do Brasil

A trilha do Mirante é cansativa e, por vezes, prejudicada por causa do vento e da neblina, por isso é sempre mais indicado percorrê-la pela manhã. Tem vista de 180 graus para o paredão que separa o solo gaúcho do catarinense.

Onde fica

Rodovia RS 429, KM 18, Itaimbezinho, Cambará do Sul/RS – CEP 95.480-000 
Telefone: (54) 3251-1277/1262

4 – Jaquirana: Parque Estadual do Tainhas

Vale a pena se organizar e reservar um tempinho extra para conhecer o Parque Estadual do Tainhas, porque as estradas são de chão e exigem mais tempo para o deslocamento (e um pouco de paciência!). 

o Parque Estadual do Tainhas fica no município de Jaquirana, a 36 quilômetros de Cambará do Sul e tem uma das principais atrações da região quando o assunto é passeio radical. 

O local abriga o Passo do S, um lajeado que tem formação rochosa em forma da letra S. Por ali é possível atravessar de uma margem à outra de carro, moto, cavalo e, às vezes, a pé.

A poucos metros, no sentido da correnteza, há uma queda d’água com cerca de 100 metros.

É indicado fazer o passeio com guia e a bordo de um carro alto ou 4×4. O percurso exige paciência e foco, porque muitas vezes está molhado e pode escorregar.

Onde fica

Estrada Jaquirana, Estr. Cambará do Sul, 3710, Jaquirana (RS)
Telefone: (54) 99924-6499

5 – Jaquirana: Cascata dos Venâncios

A Fazenda Cascata dos Venâncios é uma propriedade privada no município de Jaquirana e se transformou num dos principais parques de ecoturismo da região. É formado por paredões de rocha, cascatas e piscinas naturais (perfeitas para um mergulho no verão).

Em um dos mirantes é possível ter uma vista ampla do terreno construído pela natureza. 

No parque é possível passar o dia e usar o serviço de churrasqueiras. Está distante 32 quilômetros de Cambará do Sul.

Onde fica

Estrada Jaquirana, Estrada Cambará do Sul, 3710, Jaquirana (RS)
Telefone: (54) 9.9924.6499

6 – São José dos Ausentes:Monte Negro

Neste cenário sem pressa e conectado com a natureza, São José dos Ausentes tem um dos lugares mais conhecidos: o Pico do Montenegro. Lá está o ponto mais alto do Rio Grande do Sul, com 1403 metros. 

Para chegar, é preciso ir de carro ou no lombo de um cavalo. A entrada na porteira é livre. Embora esteja dentro de uma propriedade privada, o entra e sai é comum e sem custo.

O mais indicado é visitar pela manhã, quando a visibilidade é melhor. Ah,  não se assuste:  é comum sentir as pernas moles diante de tanta natureza embaixo dos pés.

Se você já quiser fazer uma reserva de pousada na região, veja nosso link de descontos no Booking.

Onde fica

 Fica a 43 km do centro da cidade, com acesso pela estrada municipal Silveira.

7 – São José dos Ausentes: Desnível dos Rios

Este é um lugar bem singular da região: O desnível de 18 metros em os rios Silveira e Divisa chama a atenção pelo recorte que foi feito em meio aos campos.

O curioso é que eles correm paralelos em direções opostas. Em determinado ponto os rios se juntam e formam uma cachoeira com uma queda de mais de 30 metros.

O local fica dentro da Fazenda Potreirinhos, que também tem uma pousada.

Onde fica

Estrada Geral, distrito de Silveira. 
Contato: (48) 9.9168.6813

8 – Cambará do Sul: Estância Felicidade

É uma propriedade rural que fica aberta para visitação e oferece almoço e hospedagem.

O local também é conhecido pela Cachoeira do Tio França. Os apaixonados por carne vão se dar bem: o cardápio mais tradicional tem carnes assadas em fogo de chão ou churrasqueira. 

Aos a comida é especial, já que é servida a parrillada campeira: O assado típico uruguaio é composto por carne bovina, frango, linguiça e legumes na grelha, além de aipim, arroz e saladas.

Atualmente, por causa da pandemia, só hóspedes estão sendo recebidos na propriedade e o restaurante só abre para reservas com, no mínimo, 10 pessoas. É preciso reservar com 2 dias de antecedência.

Onde fica

Estrada Lajeado 560, Cambará do Sul – RS
Telefone: (54) 9.9931-9800

9 – Cambará do Sul: Sabores da Querência

O lugar é uma pequena fábrica de geleias e antepastos que tem no pátio um verdadeiro programa turístico.

Localizado dentro do sítio Querência Macanuda, os turistas podem caminhar entre as plantações de frutas e até agendar piqueniques – eles são preparados de acordo com o que o cliente quiser, de forma bem personalizada.

Quem não quiser, pode simplesmente aproveitar o bistrô, que tem o cardápio composto por brownies, chocolate quente, quiches e tábuas de frios.

Ah, as geleias podem ser encontradas na internet e em hotéis da região. Por causa da pandemia as visitas estão suspensas e os produtos são enviados pelos correios.

Se quiser visitar, entre em contato para verificar se está aberto.

Onde fica

Endereço: RS-427, Km 3 – Zona Rural, Cambará do Sul.
Telefone: (54) 99976-3313

10 – São José dos Ausentes:Amola Facas (Cânion do Encerra)

O Cânion Amola Facas, também conhecido por Cânion do Encerra, tem cerca de 600 metros de profundidade e é considerado um dos mais bonitos da região.

A cachoeira Amola Faca faz parte da paisagem – ela cai a uma altura de 240 metros.

Ali também acontece a divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina: do lado de cima do cânion é o Rio Grande do Sul. Já na parte de baixo fica a cidade de Timbé do Sul, Santa Catarina. 

Ah, para fazer o passeio é preciso ir ou contratar um serviço de carro 4×4 – a estrada é cheia de pedras e em determinado trecho é preciso passar por dentro da água.

Recomenda-se ir com um guia. Por estar localizado em uma propriedade privada, pode haver a cobrança de ingresso.

Onde fica

Estrada Fazenda Boa Vista
Telefone:  (54) 99983-5124

11 – São José dos Ausentes: Cachoeirão dos Rodrigues

O atrativo fica na propriedade da pousada Fazenda Cachoeirão dos Rodrigues e é um dos locais mais famosos dos Campos de Cima da Serra.

É uma cachoeira de 28 metros de altura com bastante volume de água – o que o nome já sugere. O lugar é famoso porque na base da queda se forma uma piscina muito boa para tomar banho.

Para chegar até lá é preciso fazer uma trilha, que é bem fácil. Como a cachoeira está em uma propriedade particular, é preciso pagar R$ 10.

Onde fica

Fazenda Lajeadinho, s/n Distrito de Silveira, São José dos Ausentes (RS)
Telefone: (54) 99905-9522

12 – Campos de Cima da Serra: cavalgadas pelas lindas paisagens

Se você quiser imergir na cultura gaúcha e conhecer atrativos turísticos de uma forma bem original, indicamos os passeios a cavalo.

É uma maneira diferente de conhecer a região e ficar junto à natureza, e você ainda estará em contato com os cavalos, o que por si só já vale boa parte do passeio. A aventura começa só de tentar subir no lombo deles – a não ser que você já seja experiente.

Como a região é bem grande e alguns dos atrativos são próximos entre si, os passeios a cavalo podem ser uma boa ideia para conhecer mais de um atrativo no dia. Várias pousadas organizam as cavalgadas e algumas levam os turistas para cânions, como o Montenegro.

E então, já escolheram os passeios preferidos? 

Organize sua viagem, calcule as distâncias, organize o roteiro e não esqueça de levar casaco, ok? (Na região faz frio o ano todinho).

Garantimos que o roteiro reserva ótimas surpresas.

Você também pode gostar deste conteúdo

Reserve seu hotel na região dos Campos de Cima da Serra (RS) com desconto pelo Booking

Canela recebe selo internacional de viagem segura

Parador Casa da Montanha: tudo sobre o hotel mais procurado de Cambará do Sul

Quando tudo passar, #ViajePeloRS – campanha incentiva viagens no Rio Grande do Sul

Comentários

comentários