Hamburgueria em Porto Alegre: Marciano’s tem inspiração em alienígenas
20 de dezembro de 2019
Cabo Verde Airlines é confiável ?
29 de dezembro de 2019

O que fazer na Ilha do Sal – em Cabo Verde

Parque da Buracona e Olho Azul tem uma das vistas mais bonitas da Ilha do Sal, em Cabo Verde

Até pouco tempo, confesso que nem tinha ouvido falar na Ilha do Sal, mas depois de ver várias promoções para o destino, recebi um convite para visitá-la e decidi fazer este post sobre o que fazer na llha do Sal, em Cabo Verde, e também com algumas dicas importantes para sua viagem.

Pode acreditar: vale a pena a visita, mesmo que seja por poucos dias. Por isso, você encontrará aqui um pequeno roteiro na Ilha do Sal, com atrações fáceis de encontrar e com preços muito acessíveis!

Caso você queira garantir seu hotel na Ilha do Sal ou simplesmente conhecer as tarifas, pode entrar neste link!

Indicamos que você faça um seguro de saúde antes de embarcar para Cabo Verde. É sempre mais tranquilo viajar com a garantia de que tudo sairá perfeito! Você encontra seguro viagem COM DESCONTOS neste link do Travelterapia.

Praia da Ponta Preta é uma das tradicionais da Ilha do Sal. Fotos: Anelise Zanoni

Para você entender um pouquinho, a Ilha do Sal é uma das 10 ilhas que formam o arquipélago de Cabo Verde.

Cada uma das ilhas tem uma característica marcante, e no Sal você encontrará paisagens muito contrastantes: desertos com praias de pedras vulcânicas, salinas que nasceram de vulcões e praias com mar azul intenso!

As pessoas que moram por lá são bonitas e muito simpáticas, e falam como línguas oficiais o português e o crioulo (idioma ensinado em casa!). 

A partir do Brasil há voos diretos pela Cabo Verde Airlines (companhia aérea do país) e, se você quiser voar a partir da Europa, há voos com escalas – TAP e TUI são algumas empresas que levam pra lá!

Fizemos um review sobre a viagem com a companhia aérea e você pode lê-lo aqui!

Como é a chegada na Ilha do Sal

Quando o avião começa a se aproximar da Ilha do Sal há duas lindas visões: do lado esquerdo, o vulcão que habita a Ilha do Fogo, e do lado direito, o mar azul. Torça para que o céu esteja limpo para ver uma dessas lindezas da natureza! (eu consegui ver muito bem o vulcão e parecia uma cratera da lua!)

Vulcão da Ilha do Fogo aparece pela janela do avião. Fotos: Anelise Zanoni

Se você viajar de avião, descerá no recém renovado aeroporto Amílcar Cabral. É pequeno, com poucas lojas de duty free e de alimentação, mas confortável para ficar poucas horas. 

O desembarque de passageiros geralmente ocorre na pista e, logo que entramos no país, há um controle rigoroso do certificado de vacinação contra febre amarela (isso pareceu até mais importante que o passaporte quando entrei no país!).

Aeroporto da Ilha do Sal é pequeno e fica bem no meio da ilha

Depois, há controle de passaportes e encaminhamento para os vistos. Em dezembro de 2019, era preciso pagar 60 euros para entrar no país (25 euros referem-se ao visto e 35 de taxa de segurança). 

O pagamento é feito na hora da imigração e eles aceitam cartão de crédito internacional.

Pessoas com passaporte europeu estão isentas do visto.

Caso você faça apenas uma escala em Cabo Verde não é necessário o pagamento, mas precisa apresentar as passagens aéreas até o destino final.

O que fazer na Ilha do Sal 

Selecionei alguns passeios pelo ilha a partir da rápida experiência que tive por lá

Praia de Santa Maria 

É um dos principais lugares onde estão os melhores hotéis da ilha, geralmente de redes internacionais como Hilton, Meliá, Riu e Oasis. Eles decidiram se instalar por lá principalmente por causa da localização geográfica: bem em frente ao mar! É também nessa região que ficam algumas lojas e restaurantes.

A praia tem areia dourada e mar muito azul. Dependendo da época do ano, você pode ter a sorte de encontrar um mar igual piscina! (quando estive por lá, o vento forte colaborou para dar ondas ao mar!)

A Praia de Santa Maria é a predileta dos resorts de bandeiras internacionais

Um dos pontos turísticos da praia é o Cais de Santa Maria, um píer onde pescadores trabalham e é possível fazer um passeio para ter uma vista diferente da praia. 

Em dezembro de 2019 boa parte da praia estava em obras – eles estavam construindo um calçadão que deverá transformar a região e deixar a vida dos turistas com dificuldade de mobilidade mais prática.

A água do mar na Ilha do Sal costuma ter temperatura média de 21 a 25 graus – um pouco geladinha!

Salinas de Pedra Lume

As salinas de Pedra Lume estão localizadas na região mais ao norte da ilha e parecem aqueles lugares que saíram dos livros de história. A paisagem da região é muito árida e lembra crateras da lua!

A entrada das salinas fica em um terreno no meio do deserto

Fiquei com dificuldade de decidir se a salina era mais bonita por dentro ou por fora da rocha que leva às piscinas repletas de sal.

A salina foi criada a partir da cratera de um vulcão. A água do mar entrou e evaporou, o que trouxe muito sal para a região. Parte deste sal é tratado ali mesmo nas Salinas Pedra de Lume e vendida.

O parque funciona das 9h às 17h45 e a entrada custa 5 euros. Depois que entramos passamos por um túnel de pedras e logo avistamos as piscinas repletas de sal.

Há diversos cenários para fotos na área das Salinas de Pedra Lume

Para acompanhar a experiência foi criado um spa, onde é possível descansar um pouquinho, fazer massagens, tomar uma cerveja e fazer comprinhas. As atividades de lazer são pagas à parte.

O banho de chuveiro, por exemplo, custa 1 euro por 30 segundos! E é super necessário caso você tome um banho nas águas das salinas (não cheguei a experimentar porque estava muito ventoso no dia em que fui! Mas dizem que ocorre flutuação quando você entra na água, devido à concentração de sal da água!)

Pequeno spa tem massagens e banhos expressos por 1 euro 30 segundos

Aproveitei e comprei sais para levar para o Brasil. O sal de banho custou 4 euros. O sal para temperar peixes saiu por 6 euros. Não achei muito barato, mas pelo menos comprei uma coisa típica do país!

Sais de banho e de cozinha podem ser adquiridos na lojinha da salina.

Buracona e Olho Azul

Com certeza foi o passeio que achei mais bonito na Ilha do Sal. Em meio a um terreno bege e repleto de pedregulhos está uma das obras mais lindas da natureza: a Buracona. 

Pedras vulcânicas e o mar se encontram no parque de Buracona, na Iha do Sal.

Paga-se 3 euros para entrar na atração, que é uma parque com uma grande rocha vulcânica esculpida pelo tempo e pelo mar.

No encontro das rochas com a água salgada do mar nasceram piscinas naturais e um grande buraco (Olho Azul) por onde é possível ver o mar muito azul nas manhãs ensolaradas (de acordo com os nativos, o melhor horário para fazer a visita é perto das 12h).

Piscinas naturais são disputadas pelos turistas em dias de sol

No local há uma área de observação bem pertinho do mar e também um bar e restaurante com cadeirinhas. 

Fenda entre as pedras permite ver a água azul do mar em dias de sol

Em dias de sol, as pedras costumam encher de gente que mergulha nas piscinas naturais. A região é belíssima e surpreende com a quantidade de contrastes da paisagem! Fiquei encantada.

Shark Bay

Não tivemos tempo de visitar a Baía dos Tubarões, mas é um passeio muito popular na ilha. É uma praia onde há diversos tubarões pequenos nadando bem pertinho da orla. Dizem os guias que é seguro nadar nesta baía (eu prefiro não arriscar…)

Hotéis na Ilha do Sal

Devido à grande expansão dos resorts e hotéis internacionais, a Ilha do Sal está se transformando em um destino típico dos europeus. Portugueses, italianos, alemães e espanhóis são algumas nacionalidades que você encontra com frequência na ilha (devido aos preços acessíveis e às possibilidades de voos diretos).

Hilton Resort, em Santa Maria, é um dos melhores empreendimentos da ilha

O hotéis pé na areia são comuns na praia de Santa Maria. Entre eles destaco o Hilton Cabo Verde Sal Resort, o Riu Palace Cabo Verde e o Hotel Oásis Atlântico Salinas Sea.

Muitos deles têm programas de meia pensão ou all inclusive.

Pesquise aqui o preço dos hotéis na Ilha do Sal  

Dicas importantes Ilha do Sal

Certificado de vacina da febre amarela

É extremamente importante ter o certificado de vacina da febre amarela. Ele é solicitado antes do embarque no Brasil e na hora da chegada em Cabo Verde. 

Já viajei para vários países que oficialmente pediam a carteirinha, mas só em Cabo Verde vi uma fiscalização muito rigorosa! 

Quem não tem o certificado nem embarca!

Stopover na Ilha do Sal

A Ilha do Sal pode ser um ótimo destino para um stopover – quando a gente pode descer numa escala e aproveitar um destino!

Ilha do Sal tem uma geografia diferenciada, que inclui desertos e praias

A companhia Cabo Verde Airlines tem a possibilidade de ficar até 7 dias no país sem custo adicional (mas lembre-se: você deverá pagar pelo visto e taxas se for brasileiro!).

Acho que vale a pena reservar uns 3 ou 4 dias na Ilha do Sal para conhecer melhor esta ilha repleta de lugares encantadores!

Quando ir

O país tem duas estações: verão e inverno. Embora não faça frio, o inverno é caracterizado por tempos menos ensolarados e ventosos – mas nada de frio! 

O verão é seco e quente. Na Ilha do Sal o povo costuma dizer que chove em média 2 ou 3 dias por ano!! Então se você pegar chuva na ilha, estará com sorte (e não com azar!!)

Minha viagem ocorreu no mês de dezembro, e o clima estava bem agradável, porém havia bastante vento! À noite cheguei a colocar um casaquinho porque o vento dava a sensação de frio, mas nada horrível (bem tranquilo e com temperatura média de 23 graus).

Moeda 

A moeda do país é o escudo cabo-verdiano, mas o euro é aceito em muitos lugares (eles inclusive dão troco em euro!). 

Máscaras e quadros são objetos comuns à venda nas lojinhas da ilha

Nos artesanatos e mercados é comum pechinchar. Eles geralmente têm um valor padrão e vão baixando o preço conforme o turista pede.

Água

Não beba água da torneira quando estiver na ilha do Sal e cuide para que as crianças não bebam especialmente durante o banho! 

É um alerta que os próprios moradores fazem. Como a ilha não tem água potável, é feita dessalinização, o que pode oferecer problemas para quem não está acostumado com este produto. 

Seguro saúde

Recomendo muito fazer o seguro viagem, porque nunca sabemos o que pode ocorrer durante uma viagem. O seguro protege o viajante de imprevistos com a saúde e também com problemas comuns como perda de malas e atraso de voos. 

Faça uma cotação do seu seguro viagem COM DESCONTO aqui no nosso link.

Como é circular pela Ilha do Sal 

Com uma geografia bem diferente, a ilha tem praias de mar muito azul e desertos, e a rede hoteleira de qualidade cresce constantemente (principalmente os hotéis de grandes marcas).

No geral, é muito fácil percorrer boa parte do território da Ilha do Sal, porque ela tem apenas 30 km de comprimento e 12 km de largura. Todos os passeios estão voltados para a natureza e muitos deles receberam infraestrutura nos últimos anos. 

Este mapa simples é utilizado pela agência Morabitur e ajuda a entender a geografia da ilha

As estradas que levam aos principais passeios são asfaltadas, mas você também pode se deparar com caminhos de terra avermelhada e pouca infraestrutura. O aconselhável é contratar passeios de agências locais (e pesquisar antes para ver se são de confiança!).

Fizemos os passeios com a Morabitur, que foi super eficiente e simpática. Os guias conhecem muito sobre a história local, o que faz toda diferença na hora de visitar os lugares  

Mais informações

Caso você queira saber mais informações sobre o país entre no site oficial de Cabo Verde.

Viajamos para Ilha do Sal a convite da Cabo Verde Airlines e do Hilton Hotéis. Nossa produção de conteúdo é resultado das experiências que tivemos e por isso sempre vamos deixar isso claro aos nossos leitores.

Comentários

comentários