Dicas de Viena: 6 Novidades Para Aproveitar a Cidade
21 de abril de 2019
Como fazer uma viagem econômica para Europa
29 de abril de 2019

Jardim Botânico é sugestão de passeio em Naples

O clima de praia na Flórida é um presente da natureza. Entretanto, há muito mais o que fazer em Naples (mesmo sabendo que a gente ama uma praia!), e o Jardim Botânico é uma ótima sugestão de passeio.

Eu já sabia disso quando fui pela primeira vez à cidade, em janeiro de 2015. Só que ao visitar o Jardim Botânico este ano tive a certeza de que teve um dedo divino na concepção desse lugar!

Fotos: Anelise Zanoni

O local foi fundado em 1993, mas ganhou novos espaços e estrutura em 2014, quando o plano de implementação foi finalizado e muitas áreas existentes hoje foram inauguradas.

O sucesso das instalações é visível desde a entrada no parque, e eu fiquei impactada logo na chegada!

Sabe aquelas surpresas boas? Pois é! Vou contar tudo para vocês!.

Roteiro pelo Jardim Botânico de Naples

Logo de cara encontrei um mapa mundi em meio ao verde, o que ajudou a entender um pouco sobre as várias espécies que estão no local. Além disso, há muitas orquídeas, que dão as boas-vindas para que chega.

Tive a sorte de ver a exposição Reflections on Glass durante minha visita, o que deixou o passeio ainda mais especial, porque o Jardim estava repleto de obras de arte assinadas por Hans Godo Fräbel, um grande especialista na arte de moldar peças em vidro e cristal.

Caminhando em direção ao parque, ouvia o canto dos pássaros e a temperatura agradável proporcionada pela quantidade de árvores e plantas do jardim. Foi uma sensação de tranquilidade.

Todos os anos, cerca de 220 mil pessoas passam pelo Jardim Botânico de Naples, que se transformou em um passeio para toda a família – e também em uma opção para quem deseja passar o dia por lá.

Uma das coisas que mais gostei foi a divisão do parque em áreas temáticas. Há nove  diferentes tipos de jardim, todos com características definidas por regiões que ganham homenagem e, claro, pelas espécies tradicionais de cada local.

Vou destacar alguns dos jardins prediletos que vi por lá!

Jardim Asiático

Na minha opinião, o Jardim Asiático é um dos lugares mais tranquilos do parque – ou pelo menos passa esta sensação!

Reflete a riqueza cultural e espiritual do sudeste asiático por meio de uma diversidade de flora e também pela disposição do mobiliário que compõe o espaço.

O jardim mantém algumas ruínas javanesas e uma praça rodeada de bambus e águas que correm fazendo um relaxante som. A área central do jardim também é dominada pela água, e no pavilhão thai a gente se perde no tempo!

Aproveitei para sentar, ouvir o barulhinho da água e meditar um pouco – mesmo nas férias é bom dedicar uns minutinhos para o silêncio!

Jardim Brasileiro

Fiquei muito feliz de saber que havia um jardim em homenagem ao nosso país, principalmente porque ali há espécies que muitos de nós desconhecemos – especialmente porque o país é muito grande e muito rico em natureza.

O Jardim Brasileiro do Jardim Botânico é um tributo à diversidade de pessoas e cores que temos em nosso país e também homenageia Roberto Burle Marx, um dos mais influentes arquitetos (paisagistas) do mundo.

Jardim Caribenho

Por meio de flores, plantas e árvores, o Jardim Caribenho conta um pouco sobre a história cultural e natural das ilhas caribenhas e suas paisagens

Traz exemplares das florestas tropicais, de ilhas de pedras, cactos e palmeiras – refletindo diferentes contrastes da região. São no total 500 variedades de plantas e flores.

Jardim das crianças

É a área mais encantadora e não tem tédio não!

O Jardim das Crianças (ou jardim infantil) é repleto de atividades interativas, flores de cores vibrantes e até mesmo hortinha com legumes e vegetais.


A área é toda adaptada para os pequenos, e tem muitas espécies na altura deles.

Em uma das áreas pode-se percorrer um caminho de árvores até o mar. Há também trilha por meio de um ecossistema – e no percurso dá para subir na árvore e explorar a natureza

Uma das coisas mais fofas que vi é a colorida Cracker House, onde as crianças podem pegar regadores para “alimentar” as plantas.

E para quem não resiste ao calor, tem ainda área molhada para brincadeiras!

Planeje a visita

Os ingressos para o Jardim Botânico de Naples custam 19.95 dólares para adultos e 9.95 para crianças e 4 a 14 anos. Os menores de 4 anos não pagam.

O local funciona diariamente das 9h às 17h. Nas terças abre às 8h.

Onde ficar em Naples

Durante nossa viagem ficamos no La Quinta Inn & Suites Downtown, um hotel muito bom e perto de tudo. Uma das facilidades do hotel é que nos quartos há microondas e frigobar, o que facilita a vida de quem viaja com crianças, como foi o nosso caso!

Para conhecer o valor das tarifas do hotel, basta dar uma olhadinha aqui! Não custa nada!

O que fazer em Naples

Naples, na Flórida, é uma cidade linda e cheia de coisas legais para visitar. Fizemos um post completinho com as principais atrações da cidade, incluindo as praias, claro!


Comentários

comentários