Um presente chamado Praia do Forte
21 de junho de 2017
A encantadora vista do Ninho das Águias
28 de junho de 2017

Estudante explorou um destino pouco escolhido pelos viajantes e surpreendeu-se com os campos verdes e os moradores apaixonados pela vida

Tive a oportunidade de vivenciar as belezas da Áustria durante quase quatro meses, entre inverno e primavera, nos meses de janeiro a abril. De temperaturas negativas com neve até dias de sol, que sempre eram muito aproveitados pela população austríaca. Este é um povo que sabe aproveitar a vida! Faça chuva ou faça sol, eles querem é viver o mundo, nada de ficar dentro de casa.

Explorei e vivenciei esse país que é tão diferente e único em si. Mas viajar sozinha apresenta vários obstáculos, que me fizeram crescer e amadurecer. É preciso aproveitar isso como uma forma de aprender a curtir o tempo consigo mesma e um mundo totalmente diferente que se abre ao seu redor.

Foram diversas explorações em pequenas cidades nos arredores de Salzburg. Viagens quase sempre de ônibus, um transporte muito acessível na região. Roteiros que te levam a voltar no tempo, para uma vivência mais calma e singela. São longuíssimos campos verdes, que introduzem os apaixonantes alpes, montanhas que chegam a quase 5 mil metros de altura, sempre cobertas de neve.

Vista do alto da Fortaleza de Hohensalzburg, em Salzburg . Foto: Arquivo Pessoal

Muitos lagos de águas verdíssimas surpreendem a visão. Deliciosas opções de padarias, confeitarias e restaurantes (não há lugar com tanta a variedade de pães e doces como este). E inúmeras trilhas, sempre sinalizadas, para hiking, caminhadas e ciclismo.

Nas viagens mais longas, o trem se torna uma opção confortável e estimulante, mesmo com o preço mais elevado. É uma experiência quase obrigatória ao se viajar na Europa. Não somente pelas paisagens no caminho, mas pelo contato com viajantes e população local.

Lago Thiersee, na cidade de mesmo nome. Foto: Arquivo Pessoal

Assim, vivi encontros inusitados, um deles foi com um grupo de músicos alemães muito carismático e talentoso, com uma seleção de músicas desde as típicas a Oasis.

As cidades mais turísticas apresentam um lado histórico, sempre conectado a atrações contemporâneas. Você encontra a padaria mais antiga da cidade e algumas quadras depois, em um prédio antigo remodelado, um moderno mercado.

As famosas casa coloridas na beira do rio Inn, em Innsbruck. Foto: Arquivo Pessoal

Você viaja na história e também pelo mundo, ao encontrar turistas de todos os cantos. A melhor opção de conhecer pessoas de culturas diferentes e por um preço supereconômico são os hostels, ponto de encontro de jovens viajantes, sozinhos ou em grupo.

Como conhecer a Áustria

Ao viajar para Áustria, existem diversas formas de explorá-la. Você pode optar por um turismo mais calmo e romântico, em casas com sacadinhas de madeira esculpida e jardins decorados com tulipas. Ou algo mais aventureiro e ligado à natureza, a partir de estações de ski e o crescente turismo feito totalmente de bicicleta, um dos queridinhos dos europeus.

Vista da cidade de Innsbruck do topo de Nordkette, a mais famosa montanha da cidade. Foto: Arquivo Pessoal

Neste pequeno país, convivendo dia a dia, você descobre uma sociedade muito educada, sempre disposta a ajudar. Um povo que exalta a organização, pontualidade, sustentabilidade, tradição e a família.

O que levo dessa experiência é que viajar é encontrar um mundo que muitas vezes parece muito distante, mas principalmente, é encontrar-nos a nós mesmos. Ao sermos postos frente a frente com uma nova realidade, novas culturas e vivências, aprendemos a evoluir e se descobrir. O que gostamos, o que não gostamos, o que devemos melhorar, o que nos estimula e o que queremos para o futuro, o dia seguinte ou a próxima viagem.

Neve na cidade de Walchsee. Foto: Arquivo Pessoal

*A Amanda Victória Büneker tem 20 anos, é estudante de Jornalismo e foi Au Pair na Áustria.

** Se você também viveu um momento de viagem desafiador,  junte-se a nós! Queremos formar uma rede de pessoas transformadas pelas experiências de vida que só as viagens proporcionam.  Mande seu relato de viagem para travelterapia@waycontent.com! Vamos adorar conhecer e compartilhar.

Intercâmbio: um sonho de criança realizado

O melhor gelato do mundo está na Itália

Comentários

comentários