Roteiro de descobertas pessoais no Arizona
15 de maio de 2017
Bichos de estimação acalmam viajantes nos EUA
18 de maio de 2017

Mistérios e magia na Turquia

Na Capadócia está um dos passeios mais bonitos e tradicionais de quem vai à Turquia

Por muito tempo a Turquia habitou a imaginação do engenheiro Alberto Scorza. Em 2015 ele pode realizar esse sonho e se deparou com um país repleto de contrastes e surpresas

Visitei a Turquia em agosto de 2015, quando ainda não havia começado os problemas políticos de lá. Por questão de praticidade e segurança (leia-se comodismo!), optei por um pacote com roteiro definido. No fim, foi uma escolha acertada.

O país é grande, tem vastas áreas pouco habitadas e, embora boa parte das pessoas fale outra língua além do turco e o povo seja amigável, a comunicação nem sempre é fácil. Além disso, como meu roteiro foi um pouco mais longo que o do resto do grupo, tive a sorte de ter um motorista e guia exclusivos nos três últimos dias de viagem!

Durante a viagem Alberto passou por diversas cidades turcas e conheceu lugares históricos do país

O desembarque

Cheguei em Istambul no início da madrugada, meio anestesiado depois de quase 24 horas de voos e conexões. Fui direto ao hotel e, como não consegui dormir por causa da diferença de horário, tive meu primeiro contato com a energia local ao ouvir o Azan (chamado à oração) do nascer do sol. Feito pelo Muezin de cada mesquita antes das cinco orações diárias dos muçulmanos, o chamado ecoa pela cidade.

Mesquita de Istambul, um lugar clássico

Não há como descrever a sensação de ouvi-lo pela primeira vez enquanto a silhueta da Mesquita do Sultão Ahmed (a Mesquita Azul) se torna mais e mais nítida à medida que o sol se levanta!

Istambul é um cidade linda e pode-se percorrê-la a pé nos pontos de principal interesse. A Mesquita Azul, a Santa Sofia e o Palácio Topkapi ficam bem próximos um do outro e são visitas imperdíveis.

Deslocamentos

Para distâncias maiores, recomendo o transporte público, principalmente os bondes. Andar de carro, seja táxi ou alugado, nem sempre é boa opção, pois o trânsito em Istambul é muito congestionado, inclusive durante a madrugada.

Santa Sofia, ou Hagia Sophia, a igreja da santa sabedoria, foi inaugurada pelo imperador romano Justiniano no ano de 537 e está entre as maiores realizações arquitetônicas do mundo. Convertida em mesquita durante o império otomano, voltou a ser igreja e hoje é um museu.

Durante essas mudanças todas, é interessante notar como as imagens e símbolos da religião que era substituída foram mantidos, respeitados e conservados pela que chegava. Dentro da Santa Sofia, Maria, Jesus, Allah e Maomé convivem em paz há centenas de anos.

A Mesquita do Sultão Ahmet fica na praça de mesmo nome, em frente à Santa Sofia. Por ainda ser utilizada como mesquita, é necessário tirar os sapatos antes de entrar (na porta são fornecidos sacos plásticos para guardá-los). Por causa dos azulejos azuis que decoram seu interior, foi batizada de Mesquita Azul pelos primeiros visitantes.

Turquia oriental

Depois de três dias em Istambul, cruzei o estreito de Bósforo em direção à parte asiática da Turquia.

As piscinas termais de Pamukkale tem origem calcária e rendem fotos lindas!

Visitei Pamukkale e as ruínas de Hierápolis, fontes termais romanas do século I, com sua piscina ainda aberta para banho – dizem que quem toma banho nela adquire beleza eterna: mas já vou avisando que não funciona!!

 

 

Passei por Éfeso, uma das maiores cidades em ruínas do mundo Ocidental. Fui a Pérgamo, segunda maior biblioteca do mundo Antigo e onde foi criado o pergaminho. Conheci as ruínas de Tróia de Homero, considerada lenda até ser descoberta em 1873.

A Biblioteca de Celso, em Éfeso, foi construída como homenagem ao antigo senador romano

 

Visitei o Vale de Göreme, museu a céu aberto com igrejas dos séculos X e XI escavadas na rocha. Fiz o passeio de balão na Capadócia que, além de render boas fotos, foi um dos pontos altos (trocadilho não intencional!!) de uma viagem cheia de lugares espetaculares. É possível fazer o passeio de madrugada ou pela manhã, mas de madrugada é muito mais bonito!

O céu amanhece colorido na Capadócia devido ao constante passeio dos balões

 

Na Turquia, Ocidente e Oriente estão fortemente interligados e presentes em todos os aspectos do país. A sensação de vivenciar isso e conhecer de perto lugares que sempre habitaram minha imaginação, despertando admiração e curiosidade (alguns que nem mencionei aqui), é indescritível. Uma viagem a outro mundo.

Espero, pelo bem do país e do seu povo, que a paz retorne em breve e este volte a ser um destino viável, pois pretendo voltar para viver novas aventuras.

 

* Texto de Alberto Scorza, engenheiro químico que conhece 19 países, além do Brasil. Para ele, a viagem dos sonhos é sempre a próxima, mas Egito é um dos destinos que está no topo da lista!

 

Se você também viveu um momento de viagem desafiador,  junte-se a nós! Queremos formar uma rede de pessoas transformadas pelas experiências de vida que só as viagens proporcionam.  Mande seu relato de viagem para travelterapia@waycontent.com ! Vamos adorar conhecer e compartilhar.

Comentários

comentários