O que visitar em St. Petersburg, na Flórida
26 de junho de 2019
O que colocar na mala: tênis Yuool é puro conforto
28 de junho de 2019

Saúde na viagem: cuidados que não podem faltar

Viajar é tudo de bom! Mas há alguns cuidados em relação à saúde na viagem que todos deveriam saber (e praticar). 

Durante o planejamento, tão importante como reservar os hotéis e fazer os roteiros, é contratar bons seguros de saúde e fazer as vacinas necessárias. 

Imprevistos sempre podem acontecer e, por estarmos longe casa (e até do nosso país), temos que pensar nas possibilidades em situações diversas. 

Além disso, alguma atitudes ao longo da viagem fazem a diferença para curtirmos os passeios com tranquilidade. 

Por isso, preparamos algumas dicas de saúde na viagem que não podem faltar.

Dicas para cuidar da saúde na viagem 

Tomar alguns cuidados com a saúde durante uma viagem é muito importante e algumas pessoas não dão bola!

Confira abaixo algumas dicas: 

Vacinas exigidas 

Foto:  Alessandro Guerriero

Quem vai viajar para fora do Brasil deve fazer o Certificado Internacional de Vacinação, que desde 2019 pode ser obtido pela internet. 

O processo é o seguinte: tomar a vacina em um posto, depois se cadastrar e enviar a solicitação pelo site do governo. Após cinco dias estará disponível para impressão. 

Caso queira atendimento presencial vá aos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante da ANVISA, onde receberá todas as informações necessárias. 

O governo recomenda que todos os viajantes, independe do país que irão visitar, tomem a vacina tríplice viral, que combate sarampo, rubéola e caxumba, 15 dias antes do embarque. 

Clique aqui e veja as exigências de cada país. 

Seguros saúde 

Foto: Irenaphoto

Contratar um seguro saúde é prezar pela segurança e tranquilidade da viagem. 

Obviamente ninguém quer ficar doente ou se machucar,  mas se você precisar e não tiver seguro pode ter que gastar uma grana alta!

Nos Estados Unidos, por exemplo, qualquer procedimento ou atendimento médico é caríssimo! 

Além disso, muitos países exigem seguro saúde para os turistas. 

Na Europa, nações que fazem parte do Tratado de Schengen, como Portugal, Espanha, França, Alemanha, por exemplo, solicitam comprovante do seguro contratado na imigração.

Nós geralmente utilizamos o seguro de viagem do cartão de crédito internacional, mas desde que o Noah nasceu fazemos sempre um seguro a mais para garantir.

Na nossa viagem a Punta Cana, na República Dominicana, em janeiro de 2018, utilizamos pela primeira vez o seguro de saúde. O bebê estava com muita tosse e secreção no nariz e ficamos muito preocupados porque estávamos na praia e prontos para passarmos boa parte do tempo na piscina e no sol.

Resultado: o levamos primeiro no médico do resort, que nos assustou e deu a possibilidade de o bebê estar com uma pneumonia! Acionamos o seguro e passamos uma tarde no melhor hospital da região.

Fomos muito bem atendidos e o bebê fez uma bateria de exames. Apesar do susto, ele estava apenas com uma crise respiratória alérgica (possivelmente por causa do longo voo!)

O susto foi grande, mas sem o seguro teríamos pago uma fortuna (só a consulta com o médico tivemos que fazer particular e desembolsamos mais de 100 dólares!).

Medicado, o Noah pode aproveitar o sol e o mar de Punta Cana, na República Dominicana

Então, façam este investimento – é uma daquelas coisas que a gente paga para não se incomodar, sabe?

Faça uma necessaire de medicamentos 

Foto: Aquarius Studio

Todo viajante (seja no Brasil ou não) tem que ter alguns medicamentos na mala para imprevistos. 

Nossa sugestão de lista: 

  • dor de cabeça 
  • alergias 
  • febre 
  • dor musculares 
  • dor de estômago 
  • náusea
  • descongestionante nasal

Para mulheres que fazem uso de anticoncepcional é bom consultar o ginecologista e pedir receita, pois alguns países exigem. 

Cuidados durantes os passeios

Foto: Gumpanat

Para não correr o risco de infecções alimentares opte sempre por comprar águas lacradas nos supermercados. 

Preste atenção nos estabelecimentos onde irá comer e nas condições de higiene. 

Barraquinhas de ruas, dependendo do lugar, não são boas opções.

Evite tomar sucos e bebidas com gelo em destinos mais carentes, pois o tratamento da água pode ser ineficiente.

Peixes e frutos do mar podem causar alergias, assim como temperos exóticos. Se você tem o organismo sensível tenha cuidado redobrado. 

Quer mais dicas de viagem?

Confira aqui dicas para tirar fotos viajando sozinho.

Como viajar com uma mala de 10 kg? Clique aqui e veja nossas dicas.

Texto: Thamyres Thomazini




Comentários

comentários