Ano Novo no Uruguai: sanduíche e noite no sanatório
26 de dezembro de 2017
Festas, banho de lama com elefantes e mergulho: Guia para conhecer o melhor da Tailândia
9 de janeiro de 2018

Piriápolis: um guia para descobrir a cidade uruguaia

Ao invés de ir direto para Punta del Este, que tal conhecer uma cidade-balneário cheia de encantos?

Quem conhece as belezas de Punta del Este às vezes não imagina que a apenas 40 quilômetros na direção oeste existe uma cidade-balneário a ser explorada. Com quase 9 mil habitantes, Piriápolis concentra atrativos para turistas de todos os gostos: praias movimentadas ou calmas, orla agradável, passeios ecológicos, monumentos históricos e agitação noturna.

Claro que a cidade é bem mais simples que Punta del Este, mas o legal é que ela é bastante frequentada pelos uruguaios – e poucos brasileiros reservam tempo para ela!

Fotos: Anelise Zanoni

Praias

Localizada em uma região com mais de 20 quilômetros, Piriápolis reúne belas praias, mas todas com água gelada (igual a todo Uruguai!). A Playa Central é uma das mais populares, principalmente porque o comércio fica pertinho.

Ideal para passeios em família, a Playa Verde concentra outras três praias distintas: De los Lamas, conhecida pela areia branquinha, La Piscinita (dizem que é ideal para mergulhos com snorkel) e Proa del Mar,  a mais tranquila da região, com uma bela vista para os morros da cidade.

Para aqueles que adoram praias mais desertas, a Playa Hermosa está localizada a apenas 3 quilômetros de Piriápolis e tem águas tranquilas.

Punta Colorada é outra opção e fica a 5 quilômetros ao leste da cidade. É uma península rochosa que forma duas praias, a mais calma ao oeste, onde você contempla um maravilhoso pôr do sol, e outra mais agitada, bastante concorrida pela manhã.

Rambla de los Argentinos

Piriápolis é muito mais que praia! A emblemática Rambla de los Argentinos é um passeio indispensável. É possível sentar nos bancos ao longo da Rambla para admirar o local, mas a orla também está repleta de hotéis, restaurantes, lojas de souvenir, onde é possível dar uma paradinha para aproveitar. Um dos principais pontos de referência da avenida é o grande Hotel Argentino, uma construção que chama a atenção de longe!!

Hotel Argentino

A construção é de 1930 já foi considerada a maior do ramo hoteleiro da América do Sul. A fachada em estilo clássico europeu é imponente e atrai os turistas pelos seus dois salões com vista para a praia. Um dos recintos recebe apenas hóspedes, enquanto o outro é aberto ao público em geral.

Uma dica é pedir uma mesa próxima à janela e aproveitar o visual enquanto toma um chá da tarde acompanhado de alguma sobremesa de doce de leite tipicamente uruguaio.

Cerro San Antonio

Piriápolis também é conhecida pelos seus belos morros! Apesar do nome oficial deste ser Cerro del Inglés, os moradores e turistas o reconhecem pela capela situada no topo, construída em homenagem ao “casamenteiro” Santo Antônio.

Para quem não desperdiça uma aventura e não tem medo de altura, o teleférico é a opção mais legal para chegar ao Cerro San Antonio. O equipamento é totalmente seguro, mas provoca uma sensação de balanço! Nós andamos durante o verão e adoramos!

A saída do teleférico até o morro é feita da Rambla de los Ingleses, no porto de Piriápolis. O serviço começa às 10h e depende das condições do clima.

Cerro del Toro

As escadarias cercadas de vegetação nativa levam a chamativa Fuente del Toro, uma fonte de água feita da imagem de um touro de ferro em tamanho natural! Além disso, aos pés do morro você pode descansar na praça que exibe a Fuente de Venus, uma réplica da obra que existe na cidade italiana de Villa Paravicini.

Foto: Divulgação

Cerro Pan de Azúcar

Com mais de 380 metros de altura, o Cerro Pan de Azúcar é conhecido pela imponente cruz de 35 metros no local. O acesso ao morro é feito por uma escadaria em formato caracol, ou seja, é preciso fôlego! Já na base do cerro você encontra uma reserva natural, onde fauna e flora da região convivem.

Foto: Divulgação

Castillo de Piria

Datado de 1897, o prédio que foi a residência do fundador da cidade, Francisco Piria, fica nos limites da cidade, sobre a Rodovia 37 que conecta Piriápolis com Minas. A construção medieval chama a atenção devido à arquitetura e aos espaçosos jardins. Também é possível visitar o museu que fica no interior do castelo e que exibe a história da cidade e de seu fundador, considerado pessoa misteriosa devido ao seu trabalho com alquimia.

O local funciona de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados e domingos, das 10h às 15h. A entrada é gratuita.

Foto: Divulgação

Paseo de la Pasiva

Os arcos e a fachada chamativa são um convite para aqueles que amam artesanatos e objetos de arte. Dentro das aconchegantes galerias de estilo mediterrâneo você encontra diversas bancas onde são comercializados artigos de decoração, roupas, acessórios, brinquedos, pinturas e esculturas que fascinam os visitantes. Se você estiver com disposição, à noite quase sempre acontecem espetáculos teatrais e musicais no pátio de entrada.

Ano Novo no Uruguai: sanduíche e noite no sanatório

Comentários

comentários