Inhotim: guia completo para visitar o museu a céu aberto
20 de fevereiro de 2020
vista na bolivia
Bolívia: Salar de Uyuni e roteiro de 3 dias
21 de fevereiro de 2020

Guia definitivo da viagem barata: tudo que você precisa saber

viagem barata

Quer economizar em viagem? E quem não quer, não é mesmo?! Separamos neste guia, uma série de dicas para que você consiga economizar em todos os aspectos e fazer uma viagem barata. Vamos nessa!

Vôos baratos

Alguns especialistas acreditam que existem dias da semana para se voar que são mais baratos que outros. Por exemplo, terças e quartas. Mas mais do que isso, para a compra mais barata, é importante focar em pesquisas. Em resumo, foque em buscadores como Decolar, Submarino Viagens e Viajanet para ver qual a companhia aérea mais barata. Em seguida, vá para o site da companhia. Pode haver diferença de preços interessantes entre os sites.

Outra dica é baixar apps especializados em promoções. Boas dicas são: Melhores Destinos e Passagens Imperdíveis. Permita suas notificações! Quando surge a passagem barata, a dica é comprar imediatamente.

Nesse esquema já comprei passagem para Nova York gastando apenas R$700 ida e volta (viajei em março de 2019) e para China por R$1400 (essa eu tive que remanejar, por causa do corona virus).

As passagens baratas funcionam muito bem se você não restrição de datas para viajar. Assim pode aproveitar muito bem as promoções!

Também gosto de participar de grupos que divulgam bugs de viagem e passagens em grandes promoções. Ajudam muito na hora de economizar. 

Bagagem despachada?

Depende

Acho que sempre vale a pena organizar bem a mala e optar por bagagens mais leves.

Para viajar com mala de mão (veja aqui dicas só sobre este assunto), o segredo é compor looks com as mesmas peças de roupas e comprar artigos de higiene em tamanho pequeno. Viajar no verão também facilita, porque as roupas de inverno ocupam muito espaço

Para quem viaja no inverno ou para o exterior, o despacho de bagagem pode ser interessante. Prefira as roupas térmicas, que ocupam menos espaço e são mais quentinhas. Mas no caso das roupas quentes, por exemplo, ocupam espaço. Você pode precisar da mala para trazer compras ou presentes. A dica é sempre comprar a franquia de bagagem antes de embarcar. Pode correr o risco de pagar dobrado!

Economizar em aeroportos

Planejamento é sempre importante. Tenha um limite máximo de compras nos freeshops. Lembre-se de conferir o valor do produto que você quer antes de sair do Brasil (as vezes os preços de freeshops podem ser mais altos). Não caia na tentação de comprar o que você não precisa.

Em relação a refeições, alguns aeroportos tem lancherias que aplicam valores econômicos. Pesquise-as antes para uma viagem barata! Eu gosto sempre de viajar com barrinhas de cereal, bolachas, frutas secas e castanhas caso seja necessário.

Pode parecer cafona, mas em vôos internacionais, eu sempre guardo as bolachinhas ou pães que sobram da minha bandeja para comer depois (isso já me salvou diversas vezes).

Airbnb ou hotel?

Eu gosto dos dois e sempre avalio o que vale mais a pena. O hotel precisa estar bem localizado: perto dos meios de transporte, porque acho que tempo de deslocamento influencia muito na viagem. E faz ser uma viagem barata.

Fico em Airbnb quando o valor compensa (porque tem casas que são muito mais caras que hotel!) e o local é bem localizado. Aí economizo também com a alimentação porque neste caso faço questão de fazer muitas refeições na casa/apartamento. 

Uma dica para economizar: se você estiver fazendo um roteiro pela Europa, pode agendar um voo/ônibus/trem na madrugada e chegar pela manhã no destino. Assim pode economizar em uma diária. Quando fiz mochilão pela Europa, passei algumas noites em aeroportos – aí embarcava na madrugada e economizava com 1 diária em hotel.

Comprar passagens de trem, ônibus ou avião para viagens longas vale a pena para economizar com hospedagem. Para economizar é preciso colocar tudo na ponta do lápis!

Regiões turísticas x fora de rota

Com certeza existe diferença entre ficar perto de um ponto turístico ou longe. Áreas turísticas são geralmente mais caras. O ideal é pesquisar nos mapas antes de fazer a reserva. Se o hotel estiver perto de um metro, pode ser mais fácil locomover-se para outros pontos turísticos do que um hotel que já está numa área turística. 

Em Porto (Portugal), por exemplo, a cidade de hotéis mais caros que em Vila Nova de Gaia, que é uma cidade linda e do outro lado do rio. Vale muito a pena!

Em NYC, muitas vezes vale a pena ficar em Jersey City, que tem transporte para Manhattan e tarifas mais em conta! Para quem vai a Punta del Este, As cidades de Piriápolis e Maldonado geralmente são bem mais econômicas. 

Cuidado com a época da viagem

Confira antes o calendário local da cidade e do país, para evitar alta temporada. Verão, férias escolares, festas regionais importantes. Além dos tradicionais feriados, como Thanksf Giving, por exemplo, podem atrapalhar uma viagem barata. Na Europa, janeiro e fevereiro costumam ter preços melhores.

Já peguei época de Ano Novo Chinês na Austrália e estava tudo mais caro e repleto de gente. Também existem as férias escolares e grandes feriados que podem prejudicar o preço. Pesquise sempre o calendário do seu destino.

Deslocamentos

Trem: passagens de trem geralmente têm bons descontos quando compradas com antecedência, principalmente na Europa. 

Ônibus: os apps de ônibus com desconto têm crescido muito nos últimos anos, como é o caso do ClickBus e Buser. Nestes casos você consegue passagens com preços muuuuito baratos, com mais de 50% de desconto. É uma espécie de Uber mas em ônibus! 

Outra dica: quando você fizer seu roteiro, veja as possibilidades de caminhar mais! E talvez use também as bicicletas e patinetes disponíveis em muitas cidades do mundo. E se você estiver viajando com mais de 2 pessoas, avalie se não é mais barato se deslocar de Uber do que de transporte público! 

Ingressos e atrações

Muitas atrações espalhadas pelo mundo têm um dia de entrada gratuita, principalmente os museus. Informe-se na hora de programar seu roteiro! 

Procure também cupons de desconto na internet. Eles são comuns em países como Estados Unidos e até mesmo no Brasil (os descontos podem chegar a 50%).

Os passes turísticos também podem ser uma boa alternativa para quem deseja economizar. Muitas cidades combinam atrações e dão descontos.

E a alimentação?

Os supermercados são sempre a melhor opção. Em muitos lugares há sanduíches prontos, saladas e pratos de comida fresca que só precisam aquecer (ou nem isso). Em cidades turísticas como Veneza, NYC e Miami, o take away (buscar comida) tem valores mais econômicos.

Moeda ou cartão?

Moeda é mais em conta! Com os impostos, usar cartão de crédito se tornou um péssimo negócio. Outra coisa: a cotação do dólar está sempre aumentando, então quem compra com cartão de credito sempre acaba pagando mais.

Por fim, quando comprar moeda pergunte se há desconto na casa de câmbio para quem compra acima de 900 dólares/euro. Eles geralmente baixam um pouquinho o valor. Eu sempre faço isso!

Como faço a organização da minha viagem

  • Se eu tenho um destino em vista, pesquiso muito os valores das passagens nos sites como Decolar e Submarino e também nos programas de milhagem.
  • Escolho minhas passagens assim: vale mais comprar com dinheiro ou usar milhas?
  • Sempre pontuo nos programas de milhagem: uso cartão de crédito da Latam, transfiro pontos de bancos, abasteço o carro onde pontua!
  • Também viajo sem escolher destinos, especialmente quando aparece um bug de viagem (quando dá uma pane no sistema e as passagens ficam muuuito baratas!) Já fui para NYC pagando 700 reais, 250 reais para Orlando e agora 1400 para China. Todos com ida e volta!
  • Na hora de escolher hospedagem avalio se é mais em conta ficar em hotel ou Airbnb é mesmo se eu fico em hotel eu compro aliem tos no supermercado.

Você também pode gostar desses conteúdos:

:: Estar seguro numa viagem é fundamental, então escolha sua proteção com desconto no nosso link!

:: Dicas de lugares para visitar em Belo Horizonte

:: Passeio pelos cânions do Rio Grande do Sul

Comentários

comentários