Uma pousada de charme em Pelotas, na Costa Doce Gaúcha
16 de janeiro de 2018
Punta del Este: restaurante Ramona é novidade na Gorlero
20 de janeiro de 2018

Casapueblo: o pôr do sol como despedida

Foto: Anelise Zanoni

O final da tarde se aproxima em Punta Ballena, balneário vizinho a Punta del Este. No alto de uma colina, carros disputam vaga para estacionar e paragliders rasgam o céu. Por ali, uma dezena de pessoas desce pelo campo para encontrar o melhor ângulo e fotografar Casapueblo, uma das construções mais emblemáticas do Uruguai.

Foto: Anelise Zanoni

Foto: Anelise Zanoni

O casarão concebido pelo artista plástico Carlos Páez Vilaró mais parece um castelo à beira do Mediterrâneo, mas funciona como hotel e museu. É próximo ao acervo que está um dos principais atrativos da construção – os sacadões que dão de frente para o mar.

Foto: Anelise Zanoni

Conforme o sol cai e dá espaço para a noite, turistas se amontoam por ali. O céu muda de cor e uma música invade o ar. Logo em seguida, um verso é lido lentamente pelo falecido artista. É o início da cerimônia em homenagem ao sol, um clássico na qual todos fazem silêncio para ouvir.

Foto: Anelise Zanoni

Como é o ritual do Sol em Casapueblo

Todos os dias desde 1994 é esse o ritual que o museu Casapueblo faz para se despedir do dia que termina. Não há horário fixo, porque tudo depende do momento que o sol se põe.

Quem participa pela primeira vez, se emociona. Há aqueles que choram enquanto bebem vinho, há os que parecem hipnotizados com o cair do sol e a transformação do céu. Outros se acotovelam em busca da melhor selfie.

Foto: Anelise Zanoni

Embora muita gente vá ao local para aproveitar o espetáculo, Casapueblo é muito mais que isso. Para aproveitar bem o programa (os ingressos custam cerca de R$ 27), o ideal é chegar cedo ou fazer a visita de segunda a sexta, quando tem menos movimento.

Um dos maiores encantos é a própria arquitetura, que se destaca por combinar formas irregulares. Sem ser arquiteto, Carlos Páez Vilaró se inspirou no homem do campo e nas construções mediterrâneas para levantar a grande casa.

Foto: Anelise Zanoni

Entre as obras do acervo estão peças que contam boa parte da trajetória do artista, distribuídas em pequenas galerias. Esculturas de madeira e metal também aparecem no recorrido. Quem dedica tempo para conhecer parte da obra pode ser surpreendido com os janelões com vista inusitada para o mar – e para o pôr do sol.

  • Parte do conteúdo desse especial que fizemos sobre o Uruguai foi publicado no jornal Estadão. Clica aqui pra dar uma espiada!

LEIA MAIS

Punta del Este: restaurante Ramona é novidade na Gorlero

Punta del Este: a arte de aproveitar a vida

Comentários

comentários