Peru é destino para transformar a alma
10 de julho de 2017
Na Itália tudo pode acontecer
14 de julho de 2017

Intercâmbio pode ser a oportunidade de conhecer o país de ponta a ponta e descobrir paisagens incríveis

Canadá sempre esteve na minha lista de “países a conhecer”. Então, em 2015, parti para este país maravilhoso que conserva muito de sua natureza original e oferece várias atividades ao ar livre. Fui para fazer um curso de 1 mês de inglês e depois partiria para a “cereja do bolo”, visitar os parques nacionais de Banff e Jasper e, por fim, Toronto.

Na primeira semana de aula, em Vancouver, percebi que a agência de intercâmbio havia pisado na bola, me colocando numa escola muito fraca e pequena. Ela não estava me ajudando a melhorar meu inglês e impossibilitando fazer novas amizades. Assim, solicitei a troca da escola, que gerou alguns aborrecimentos, mas no final fui transferida para uma escola ótima.

 

 

Durante a primeira semana frequentei as aulas, apesar de estar negociando a transferência e aproveitei para conhecer o Stanley Park de bike, que aluguei numa loja na entrada do parque. Além do parque pedalei pela Seawall, passando pela English bay e pelo False Creek. Como é uma cidade plana, todo o deslocamento pode ser feito por bike, ótima maneira de conhecer Vancouver.

No final de semana resolvi visitar a Bowen Island, por indicação de um professor, pois ele sabia que gostava de fazer trilhas e era uma ilha que ficava a 20min de ferryboat. Pensei que seria perfeito! Peguei um ônibus até o terminal de ferryboat e aguardei a saída do meu ferry.

Já no ferryboat, percebi que estava levando mais tempo do que o previsto e ao conversar com um funcionário do local descobri que estava indo para Nanaimo. Pensei, pena que não é pro Alaska (kkk). O funcionário muito solícito me levou até o seu chefe e me explicou que seria melhor passar o dia por lá, já que levaria 2h para ir e mais 2h para retornar e acabou me passando o mapa da cidade com alguns pontos turísticos que poderia visitar. E no final de tudo, acabei descobrindo uma ilha em Nanaimo que oferecia várias trilhas. Ganhei meu dia!

 

Conhecendo o Canadá

Nos outros finais de semana, visitei vários lugares, entre eles Whistler, Tofino onde fiz aulas de surf e o parque Deep Cove que fica em North Vancouver onde alugamos pranchas de Sup e caiaques. Mas o mais aguardado era a trilha de 15km em Bowen Island.

Fiz o percurso com amigos da escola e com um americano que conhecemos no ônibus e acabou se juntando ao nosso grupo. A turma era toda “internacional”: uma brasileira, um mexicano, um coreano, uma japonesa, uma suíça, que acabou desistindo do trekking e o americano. A trilha é super cansativa! Mas reservou um espetáculo quando chegamos ao topo da montanha, um visual incrível. Era possível enxergar Vancouver.

O próximo destino era Calgary, já no aeroporto aluguei um carro e fui a Banff para meu encontro direto com a natureza, apesar de não ter visto nenhum urso, o que foi uma pena. Já em Banff me hospedei num hostel e fui conhecer a cidade a pé.

A cidade de Banff  é pequena e super charmosa, cheia de restaurante e lojas. Para minha alegria a cidade acordou branca, havia nevado durante a noite e seria o dia perfeito para ir a Banff Gondola e subir até o topo da Sulphur Mountain, que estava branquinho.

Agora era hora de conhecer os lagos do parque nacional de Banff, o Miniwakan Lake o famoso Lake Louise, no qual fiz uma prece para minha querida sobrinha que partiu muito cedo e suas cinzas repousam naquele lago. Foi um momento de muita emoção poder estar próxima a ela num lugar tão mágico. O lago que mais me encantou foi o Moraine Lake, sua beleza é indescritível.

Dia de deixar Banff e partir para Jasper pela rodovia considerada a estrada mais bonita do mundo. A Icefields Parkway é rodeada por montanhas com seus picos nevados e muita natureza. Ao longo da rodovia fiz uma parada Peyto Lake e no Athabasca Glaciar. Jasper é uma cidade pequena e charmosa, cheia de restaurantes e lojinhas. Um encanto de cidade, também rodeada de lagos e muitas montanhas.

A estrada mais bonita do mundo

Encantos de Toronto

Hora de voltar a selva urbana, Toronto foi o destino seguinte. Uma cidade mais desenvolvida, sem o mesmo encanto de Vancouver, a natureza não é o forte desta cidade, mas tem seus encantos. Como foram somente 2 dias antes da minha volta ao Brasil, foi possível visitar o centro da cidade e seus pontos turísticos, subir na CN Tower, passear pela Queens Quay e fazer um passeio de barco pelas ilhas de Toronto. Assim terminou minha trip por este país maravilhoso, que com certeza deixou muitas saudades.

**Sinara Fuhr é gaúcha e é apaixonada por trilhas, passeios de bicicleta e por viagens.

 

Comentários

comentários